top of page

Casos reais de mulheres reais

Atualizado: 23 de mar. de 2021

Durante as pesquisas alguns casos foram citados como os mais marcantes na história, casos reais que ilustram um pouco sobre o tema e contam um pouco sobre o que essas mulheres passam todo dia. Infelizmente a maioria dessas mulheres estão mortas e essas histórias são contadas por terceiros e pelas vítimas.

OBS: Todos os casos tem como objetivo ilustrar o que a violência doméstica causa, em momento nenhum o objetivo é desrespeitar a família da vítima ou a vítima. Foi feita uma pesquisa em cada caso para trazer a maior fonte de informações possíveis.

Caso Cristiane e Karoline – “Adolescente de 16 anos é suspeita de participar na morte da mãe e da irmã.”

No dia 02 de fevereiro de 2021, em Pompéia - SP, Cristiane Pedroso Dos Santos Arena, 34 anos e Karoline Vitória Dos Santos Guimarães, 9 anos, foram encontradas mortas sob o contrapiso da sua própria casa. Desparecidas desde novembro, ambas foram descobertas após a família da mulher denunciar para o conselho tutelar um suposto cárcere privado no final de janeiro de 2021.

A linha de investigação é que, Fabrício Buim Arena Belinato, 36 anos e sua enteada tinham um caso, desde 2019, e cometeram os crimes juntos. De acordo com depoimentos, a vítima e o assassino tinham um relacionamento de 5 anos, mas ela havia se afastado da família por conta do novo casamento.

Segundo a confissão do padrasto, ele teve uma briga com Cristiane e por uma suposta legítima defesa, ele haveria esfaqueado ela e a enterrado no quintal de casa, de acordo com a perícia a vítima morreu de hemorragia aguda. Já a enteada mais nova teria sido morta apenas 1 mês depois, quando começou a perguntar sobre a mãe, ela foi asfixiada e morreu por conta de um traumatismo craniano. A irmã mais velha seguiu morando com o padrasto e foi considerada suspeita após indicar o local exato do corpo da irmã.

A adolescente segue internada desde o dia 02 de fevereiro de 2021 e o padrasto preso desde o dia 8 de fevereiro de 2021, pois conseguiu escapar e foi achado por conta de uma denúncia feita em Campo Grande, MS. Fabrício foi indiciado por duplo homicídio qualificado, ocultação de cadáver e estupro de vulnerável, porque de acordo com as investigações, ele mantinha um relacionamento sexual com a enteada mais velha desde que ela havia 14 anos.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page