top of page

Indicação de documentários

Há diversos documentários sobre violência doméstica, com relatos de mulheres, com as histórias dessas vítimas da sociedade. Eles retratam muitas vezes aquilo que quem está de fora não consegue retratar. Em razão disso, toda semana indicarei três documentários que falam sobre a violência doméstica e familiar.


1. Carne – Camila Kater

É um curta metragem que fala principalmente sobre o corpo da mulher em diversas fases e situações da vida.

Algumas coisas que me chamaram atenção nesse documentário é a comparação que uma das mulheres faz do corpo feminino com a boneca vênus, tendo em vista que naquela época os homens enxergavam a mulher como um animal que sangrava e não morria – fazendo referencia a menstruação.

Outros relatos trazem o corpo da mulher, principalmente da mulher negra como hiper sexualizado. As pessoas do sexo feminino todos os dias sentem que foi um mau negócio ter nascido mulher, porque desde cedo crescemos com os abusos, é como se o corpo limitasse as liberdades.


2. Feminicídio no Brasil – TCC – Letícia Dias; Marina Garcia; Catherine Debelak

Este pequeno documentário faz parte de um trabalho de conclusão de curso de três alunas da faculdade Cásper Líbero, apesar o site do trabalho não existir mais, ainda há o acesso no youtube a pequenos trechos.

Nesses trechos algumas informações são expostas, por exemplo em 2015, o Brasil era o 7º país que mais matava no mundo – em 2020, já é o 5º país – e que a cada 1 hora e 30 minutos, uma mulher vítima de feminicídio.

“O homem quando mata a mulher é porque ele acha que ele tem direito, tem posse sobre a mulher.”

Este documentário está disponível em: https://www.youtube.com/channel/UCcbGAKCR8OHE6pDCIgAWxxQ


3. O silêncio das inocentes – Ique Izzola

Este longa traz a história da Maria da Penha, que demorou quase 20 anos para ter justiça em seu caso, mas que deu o nome a uma das leis mais importantes sobre violência doméstica e que deixou claro que a mulher não é vítima só do homem, mas é da justiça também.

“Você merece isso, muito mais que isso.” – A expectativa da ONU é que apenas em 2490 as mulheres vão conseguir ter os mesmos direitos que os homens, porque é difícil mudar uma sociedade patriarcal e conservadora, a mulher ainda é subjugada pelo homem.

Este documentário traz diversos relatos e histórias de vítimas e parentes que perderam mulheres para o feminicídio.

Este documentário está disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uxXKiSli9KY

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page